Josi em Brasília na Reunião das Altas Autoridades em Direitos Humanos do Mercosul

por adm publicado 02/12/2019 14h35, última modificação 02/12/2019 14h35
Josi Paz (PSB), de Montenegro, representando a Comissão de Cidadania e Direitos Humanos (CCDH), além de compor a mesa oficial de abertura, teve um espaço para se manifestar na 34ª Reunião de Altas Autoridades em Direitos Humanos do Mercosul e Estados Associados (RAADH),

    ocorrida quinta-feira (28), em Brasília. O evento foi realizado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos contando com a participação da Ministra, Damares Alves.
    Tratado o tema: População LGBT nas Prisões do Brasil: Diagnóstico dos Procedimentos Institucionais e Experiências de Encarceramento. “Relatei minha experiência como Agente de Saúde, Conselheira Tutelar e diretora de Assistência Social do Município de Montenegro, onde tive oportunidade de lidar com as diversas faces desta triste realidade”, sintetiza a vereadora.
    Acrescenta que sua fala “foi em relação à importância de uma maior sensibilização quanto ao atendimento público mais humanizado a esta população, que ainda sofre com as falhas do nosso sistema e uma cultura de preconceito”. Participantes de vários países do Mercosul e da Europa, como Inglaterra e França, destacaram a fragilidade do sistema carcerário.
“Segundo pesquisas apresentadas, em muitas penitenciárias a população LGBTI é vista como lixo, recebe comida estragada por imposição dos próprios presos, seu corpo é público e violado a qualquer momento, quase não recebem visitas e, na contrapartida, não há política institucional para usar o nome social. Sofrem muita violência, como um caso onde a vítima teve seu testículo arrancado na cadeia”, lamenta Josi.
    Salienta que, como vereadora de Montenegro, foi uma honra ter sido lembrada e convidada para participar do evento, durante o qual teve direito à palavra: “é um resultado do nosso trabalho”. Segundo ela, o Diagnóstico Nacional da População LGBTI Encarcerada destacou a importância destas informações para a política penitenciária nacional, o qual será divulgado em dez de dezembro, o Dia Internacional dos Direitos Humanos, pelo governo brasileiro.
    Durante sua estada na capital federal, Josi também teve a oportunidade de entregar, a todos os congressistas gaúchos, Moções de Apoio aos servidores públicos gaúchos, as quais foram recentemente aprovadas pela Câmara de Vereadores de Montenegro.