Presidente participa da formatura de apenados no Projeto Justiça Restaurativa, na Modulada

por adm publicado 04/12/2019 11h35, última modificação 04/12/2019 11h35
O presidente da Câmara de Vereadores, Cristiano Braatz - Von participou na tarde de terça-feira, 03 de dezembro, na Penitenciária Modulada Estadual de Montenegro Jair Fiorin, da formatura de 16 apenados que participaram do projeto de Justiça Restaurativa.

    Durante seis meses, ele foi desenvolvido com a coordenação do Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania (Cejusc).
    A cerimônia contou com a presença da juíza Priscila Gomes Palmeiro, diretora do Foro da Comarca de Montenegro e outras autoridades. O apenado que discursou representando os participantes, disse que são muito visíveis os efeitos que podem causar os seis meses de convivência no programa desenvolvido pelo Cejusc. “Durante este período, conversei e pude ter a comunhão com a sociedade”, disse ele, há sete anos no sistema prisional. Deixou claro que imaginava estar abandonado. Porém, a partir deste projeto, acredita que é possível dar um passo a mais na sua vida.
    O programa é realizado com a parceria de voluntários, que durante seis meses são os facilitadores para a aplicação dos Círculos de Paz, uma das ferramentas da Justiça Restaurativa. Os trabalhos aconteceram duas vezes por mês, oportunizando aos apenados falarem sobre seus sentimentos, resgatando momentos desde sua infância.
    O presidente da Câmara, Cristiano Braatz - Von observou que pôde constatar a grande dedicação de voluntários, profissionais da SUSEPE e do Poder Judiciário, buscando fazer algo mais no sentido de devolver para a sociedade pessoas melhores do que entraram no sistema prisional.
    Visivelmente emocionada, a juíza Priscila Gomes, que esteve à frente de sua implantação, afirmou que o Projeto, pioneiro no Estado, deve ter continuidade em 2020. Fez uma contextualização sobre o início da proposta, que nasceu a partir do diagnóstico de que muitos apenados, após saírem do regime fechado, tinham que recorrer a medicamentos de controle da ansiedade.